19 Agosto, 2017

webmail

Vereadores na luta pela municipalização do guincho

 
 
Uma das principais pautas da Câmara de Vereadores neste ano é a municipalização do guincho. “Desde o início da Legislatura venho defendendo essa questão, apresentando, inclusive, um projeto de lei para viabilizar a ideia, entretanto, até o momento o Executivo não havia tomado nenhuma providência nesse sentido e até agora, caso necessário, precisamos acionar o serviço em Candelária ou Encruzilhada do Sul”, disse o vereador Dr. Carlos Alberto.
 
Na última semana, os vereadores Dr. Carlos Alberto (PP), Paulão Trevisan (PDT), Itamar Luz (PSDB), Igor Noronha (PMDB), Felipe Franja (PMDB) e Castelo (PSB), estiveram em São Leopoldo, que possui o serviço municipalizado há 18 anos. Na oportunidade, conversaram com o prefeito Ary Vanazzi, que detalhou como o processo é feito no município. “Selecionamentos uma empresa através de uma licitação, exigindo que o depósito de veículos fique sediado aqui, gerando, assim, emprego, renda e impostos para o município. Com os recursos que obtemos nesse processo, investimos em melhorias no trânsito, como instalação de semáforos, faixa de pedestres e até aquisição de veículos para o setor de trânsito”, explicou o prefeito.
 
Na oportunidade, Vanazzi forneceu aos vereadores uma sugestão de projeto de lei que pode ser aplicado em Cachoeira do Sul, com todos os critérios para abertura de licitação. “Já fomos ao Detran no início do ano e na época dois diretores nos informaram que havia um estudo em andamento para licitação de guincho na cidade, o que foi de fato lançado nos dias seguintes à nossa ida. Entretanto,  devido ao número de exigências solicitadas pelo Detran, nenhuma empresa foi homologada. Para solucionar esse impasse, fomos atrás de municípios que estavam prestando esse serviço e encontramos esse modelo de São Leopoldo, que acreditamos que pode ser aplicado em Cachoeira do Sul”, afirmou Paulão.
 
O secretário de Planejamento de Cachoeira do Sul, Júlio Bittencourt, que acompanhou os parlamentares na visita, recebeu o material apresentado pelo prefeito de São Leopoldo e afirmou que iria apresentá-lo ao prefeito Sérgio Ghignatti. “Sabemos que a proposta foi muito bem recebida pelo nosso prefeito, mas enquanto não vermos o processo 100% concluído, vamos estar acompanhando de perto”, destacou Carlos Alberto.