22 Junho, 2017

webmail

rede social

 

Pontos Turísticos

CHÂTEAU D’EAU

Foi inaugurado em 1925,com a finalidade de levar a água por gravidade ao reservatório de distribuição à rua Julio de Castilhos e regular ao mesmo tempo, a pressão de água na zona mais elevada.

IGREJA MATRIZ NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

Em 06 de outubro de 1793, ocorreu o lançamento da pedra fundamental, com a presença do pároco da Freguesia,Matheus da Silveira Souza e comunidade. Construída a cargo das Irmandades de Nossa Senhora da Conceição e do Santíssimo Sacramento, a nova igreja foi inaugurada em 1799,com o traçado original do engenheiro João Róscio.

PREFEITURA MUNICIPAL
Pela Portaria nº 2, de 02 de janeiro de 1861,foi aprovada pela Presidência da Província, a proposta, apresentada por Ferminiano Pereira Soares, da construção de um sobrado que comportasse espaços para as sessões da Câmara Municipal , Júri e Cadeia da Vila da Cachoeira. O Paço Municipal foi entregue à Câmara Municipal em 06 de agosto de 1865, prédio em estilo colonial português, com características neoclássico e serviu inicialmente,como hospital, durante a Guerra do Paraguai, a pedido de D. Pedro II Até 1922, foi sede do Poder Judiciário e até 1982 do Poder Legislativo.

CÂMARA MUNICIPAL

O prédio da Câmara Municipal, construído conforme planta do arquite to Domingo F. Rocco, foi ocupado pelo Banco da Província em 1927. Possui 2 pavimentos em estilo predominante neoclássico,representati-vo das construções da época. A partir de 30 de janeiro de 1983, a Câmara Municipal passou a ocupar o prédio , adaptado às novas funções e , por Resolução nº 16,de 21 de junho de 1983, o mesmo passou a denominar-se Palácio Legislativo João Neves da Fontoura.

FONTE DAS ÁGUAS DANÇANTES

Idealizada pelo cachoeirense Artibano Savi, foi inaugurada em15 de maio de 1968,conforme planta elaborada pelo arquiteto Dr. Flávio Figueira Soares, de Porto Alegre. É composta por um conjunto de diversos chafarizes que, a projetarem a água ,formam 140 movimentos diferentes ao som de música. Foi denominada Fonte das Águas Dançantes "Artibano Savi" pela Lei municipal nº1298, de 15 de maio de 1968.

CASA DE CULTURA PAULO SALZANO VIEIRA DA CUNHA

O prédio foi construído em 1915, para residência do proprietário Dr. Balthazar de Bem, em estilo eclético, com tendências marcantes do neoclássico. Possui saguão decorado com colunas e capitéis, teto móvel de estrutura de metal e vidro. De 1924 a 1957 abrigou o Clube Comercial. Sucessivamente, a partir de 1957, sediou a Biblioteca Pública Municipal, o Auditório Municipal, o Núcleo de Filatelia, o Aeroclube de Cachoeira do Sul, a União Cachoeirense de Estudantes, a Escola Municipal de Belas Artes, a Associação Cachoeirense Pró Ensino Superior e a Funvale. Após a restauração em 29 de junho de 1999, recebeu a denominação de “Casa de Cultura Paulo Salzano Vieira da Cunha”. Hoje sedia a Biblioteca Pública Dr João Minssen, o COMPAHC, a AMICUS, o Conselho Municipal de Educação e a Associação Cachoeirense de Cultura Italiana.